Utilização de cobertura plástica no cultivo de videiras


Em experimento realizado por pesquisadores da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, averiguou-se o resultado do cultivo de videiras quando submetidas a uma cobertura de plástico impermeável.

Para efeito de resultado, foram analisados diversos aspectos produtivos, como: produção por planta e por hectare, o número de cachos por planta e por metro quadrado, a massa e comprimento dos cachos, o número de bagas por cacho, e a relação entre massa de película e massa de polpa – dentre outros.

Assim, o experimento consistiu em comparar os resultados produtivos de duas áreas do vinhedo – uma com a cobertura do plástico impermeável e a outra sem cobertura (cultivo convencional).

A utilização da cobertura plástica nos cultivos de uva já é utilizada por alguns produtores, porém sofre certos preconceitos por, anteriormente, ainda não terem sido averiguados os efeitos da utilização dessa técnica.

O resultado do trabalho feito indicou que, como esperado, a utilização da cobertura altera o microclima dos vinhedos em diversos aspectos como: temperatura, umidade relativa do ar, velocidade dos ventos, radiação, entre outros.

Dessa forma, os resultados amostrados indicaram que o novo microclima proporcionado pelo emprego da cobertura de plástico favoreceu o cultivo de uva, possibilitando aumento na produtividade, favorecendo a estabilidade da produção e não afetando a relação entre massa de casca e massa de polpa das bagas – resultado que desmistificou cientificamente certos preconceitos anteriores referentes à técnica da cobertura de plástico impermeável para cultivos de uva.

Yield potential of grapevine cultivated under plastic cover.

Anúncios

Sobre Marcelo Saade Amato
Marcelo Saade Amato is currently a Biological Systems Engineering student at the University of São Paulo and is planning on graduating in December 2014. Marcelo has become a very flexible, hard working and enthusiastic professional due to his exceptional background in biological engineering and specialized experiences, both nationally and internationally. His main motivations are to help the growth of companies and technologies that benefit people and the environment by transferring his experiences and knowledge for the advancement of teamwork. Marcelo has had practice with working in the renewable and environment sector, especially with management, research and engineering-based activities.He is interested in improving industrial experience with management consulting through new job challenges and opportunities and becoming an executive in the future. Marcelo’s international experience ranges from being academically challenged in his exchange program at the University of Illinois at Urbana-Champaign to training his renewable energy knowledge during his internship at the German Aerospace Center. His main professional activities in Brazil occurred in the student-run company Biossistec Jr, where he started as a trainee in 2010, was promoted to manager, then to director, and then to vice-president until he became the CEO in 2013. Besides the above-mentioned professional and academic activities, Marcelo also works in community-based projects, such as being one of two official Student Council representatives of the Biological Systems Engineering students at the University of São Paulo, as well as maintaining a student-run website dedicated to spreading the news about research, projects and potential labor markets for biological systems engineers. Read more about Marcelo Saade Amato: http://www.linkedin.com/in/marcelosaadeamato

Nos diga o que pensa...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s