Resoluções 481 e 482 da ANEEL e o Engenheiro de Biossistemas


Em Abril de 2012 a Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) publicou duas resoluções que movimentaram o setor de energia nacional, pois instituem mudanças importantes no atual sistema elétrico, permitindo que o consumidor final de energia possa também produzir e vender energia elétrica para a concessionária elétrica que lhe atende.

O principal interesse na implementação de tal medida é que o Sistema Nacional não sofra com apagões durante os horários de pico, devido à sobrecarga gerada pela crescente demanda de energia elétrica por parte das residências, comércios e indústrias.

Exemplo de atuação do sistema Net Metering com painéis solares.

Exemplo de atuação do sistema Net Metering com painéis solares.

A resolução 482 da ANEEL refere-se a micro (até 100kW) e mini (até 1MW) geração, introduzindo o conceito do NET METERING, que basicamente contabiliza a energia gerada e enviada ao sistema, pelo consumidor, criando créditos que permitem o abatimento na conta final de energia elétrica. Os créditos gerados irão depender do horário em que a energia foi produzida, sendo os créditos mais valorizados nos horários de pico, geralmente entre as 17:00 às 22:00. Caso o consumidor produza mais energia elétrica do que consuma, serão criados créditos que podem ser usados nas próximas contas de energia elétrica, em até 36 meses. A resolução 482 também prevê que os contratos serão simplificados e que o único gasto de adaptação que o consumidor arcará será o da compra e instalação do novo medidor – todos os demais gastos com adaptação, operação e manutenção serão da concessionária.

A resolução 481 da ANEEL refere-se diretamente a geração de energia elétrica por plantas solares, atribuindo um desconto de 80% no uso do sistema de distribuição e transmissão da energia gerada por tais fontes. Tal desconto é válido para sistemas construídos até 31 de Dezembro de 2017 e durará por 10 anos após o início da construção, após esse período o desconto será de 50%. Plantas solares construídas após 2017, receberão desconto de 50% no uso do sistema.

A eficiência do dimensionamento do sistema é fundamental para garantir que a geração de energia seja lucrativa economicamente.

A eficiência do dimensionamento do sistema é fundamental para garantir que a geração de energia seja lucrativa economicamente.

ATUAÇÃO DO ENGENHEIRO DE BIOSSISTEMAS:

Tais resoluções criam um novo nicho de mercado para atuações dos Engenheiros de Biossistemas, destacando-se a resolução 482 da ANEEL.

A possibilidade de gerar e vender energia elétrica para conseguir descontos na conta de energia elétrica é um ótimo mercado a ser explorado, principalmente na agroindústria. O uso de resíduos, muitas vezes descartados, para a geração de energia através de biodigestores corretamente dimensionados permite a geração de créditos de carbono, produção de biofertilizantes, redução de custos com tratamento dos dejetos que seriam descartados e, agora, geração de créditos para redução da conta de energia elétrica.

No caso das termoelétricas que funcionam através da queima do bagaço da cana de açúcar e outros materiais, também será possível a venda da energia elétrica gerada diretamente para a concessionária com contratos simplificados, sem obrigações rígidas, como ocorriam.

Com sistemas corretamente dimensionados, por Engenheiros de Biossistemas,  vendendo a energia elétrica para as concessionárias, haverá redução da conta final de energia elétrica das empresas, resultando em produtos mais competitivos no mercado e maior estabilidade das empresas que saibam trabalhar com essa nova regulamentação.

Anúncios

Sobre Marcelo Saade Amato
Marcelo Saade Amato is currently a Biological Systems Engineering student at the University of São Paulo and is planning on graduating in December 2014. Marcelo has become a very flexible, hard working and enthusiastic professional due to his exceptional background in biological engineering and specialized experiences, both nationally and internationally. His main motivations are to help the growth of companies and technologies that benefit people and the environment by transferring his experiences and knowledge for the advancement of teamwork. Marcelo has had practice with working in the renewable and environment sector, especially with management, research and engineering-based activities.He is interested in improving industrial experience with management consulting through new job challenges and opportunities and becoming an executive in the future. Marcelo’s international experience ranges from being academically challenged in his exchange program at the University of Illinois at Urbana-Champaign to training his renewable energy knowledge during his internship at the German Aerospace Center. His main professional activities in Brazil occurred in the student-run company Biossistec Jr, where he started as a trainee in 2010, was promoted to manager, then to director, and then to vice-president until he became the CEO in 2013. Besides the above-mentioned professional and academic activities, Marcelo also works in community-based projects, such as being one of two official Student Council representatives of the Biological Systems Engineering students at the University of São Paulo, as well as maintaining a student-run website dedicated to spreading the news about research, projects and potential labor markets for biological systems engineers. Read more about Marcelo Saade Amato: http://www.linkedin.com/in/marcelosaadeamato

Nos diga o que pensa...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s